Não sei por que, mas à tarde de hoje me transportou a tempos de fim de tarde na quadra do colégio onde estudava. Eu senti a mesma brisa fria e suave daquelas tardes despreocupadas com o mundo, beijando meu rosto bem devagar, a única coisa que me importava era beijar na boca, e acabar com o namoro de algumas meninas que não gostava, fácil tirava isso de letra. Foi tão bom me ver sentadinha ali na quadra fria e vazia, onde eu esperava a primeira estrela despontar no céu cinza para fazer meu pedido. Quanta inocência! Acreditava que a vida poderia ser perfeita, que teria os amores perfeitos, que poderia ser a mulher mais linda do mundo, todos me amariam, e a vida seria uma festa sem fim. A sensação foi tão boa, que me esqueci por alguns minutos que dividia o metro quadrado de um ônibus com mais 50 pessoas.Nem me dei por conta do tempo. Adoro quando dou essas viajadas, antes era mais, agora com um monte de coisas na cabeça, nem me sobra mais forças para isso.

Comentários

  1. Muito bom quando nossa cabeça involutariamente nos leva fora da realidade e nos faz viajar um pouco.
    Tô passando, gostei do teu blog!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. quanta inocência nada né.. esperava a estrela pro pedido, mas adorava terminar com o namoro das meninas que n gostavam... rs

    como é bom né, esquecer de tudo e viver uma lembrança boa....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

É com vc Sexy.

Postagens mais visitadas deste blog

VerDadEirO oU fAlsO?

MulHer CagaDa

OVer de CHupeteIraS