DesCobErta

Eu devia ter volta dos 12 anos, ele também. Brincando com uma turma de esconde num quarto escuro ( amavaaaaaaaa) acabei beijando seus lábios desajeitados e frágeis de criança. Sempre fui beijoqueira, e na verdade nada passava além da vontade de beijar, descoberta de pré adolescente. Ele canadense, eu a brasileira de rabinho quente, rs. Nessa sua primeira temporada no pais, passamos quase 3 meses se vendo todos os dias e se beijando cada vez mais, mas só, sem sentimento, apenas brincadeira.

Os anos passaram, ele voltou para o Brasil, agora com seus 23 anos, um homem, bonito, só que meu amigo, nada mais que isso. Eu sai com ele, curtimos horrores, nunca dava oportunidade pra que falasse nada, embora sempre dava algumas indiretas. Se foi, ficou a lembrança deliciosa de um bom amigo. Nada mais rolou.

A partir daí, praticamente pulava-se apenas um ano, e La estava o Canadense aqui, sempre ao meu lado, e a gente curtindo, mas nessa altura eu já namorava serio, ou seja,a amizade sempre mais solida, viajamos pelas praias nordestinas, dormimos juntos, éramos como irmãos. Uma amizade verdadeira, sempre com muito respeito e carinho. Os beijos ficaram na infância, e não fizeram mais parte de nossas vidas.

Fiquei 3 anos sem vê-lo, e ele todo ano aqui. Casei, estava na correria de um monte de coisa, até tentei marcar um encontro, mas não rolou. Senti saudades, e nossos papos sempre pela internet.

Esse ano, novamente ele veio, e fiz de tudo pra vê-lo. Depois de um abraço demorado, cheio de saudades, senti a alegria de te-lo por perto de novo. Sentamos todos (Marido, primo, prima e afins) como sempre fizemos , veio as lembranças de baladas e viagens, tudo uma delicia. Nossa seção de fotos particular, algo que sempre fizemos, rimos se abraçamos, nos curtimos.

No dia seguinte, minha mãe me liga, pra dizer que foi almoçar com todos, e que meu pai, sem que o canadense percebesse, o pegou olhando nossas fotos por hora. Pra minha surpresa, comecei a relembrar varias coisas que passamos juntas, ele nunca mencionou mulher alguma, e sempre disse que gostaria de me levar embora com ele. Tadinho eu ria e nunca levei a serio.

Nesse nosso ultimo encontro, percebi que a amizade vai além, fiquei meio que arrasada, de pensar como uma brincadeira, pode mudar uma vida.Nossa foto esta no perfil dele no facebook.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexY MaChInE Not

VergONha na CarA

OnDe ReboBiNA