MaldaDe á VisTa


É o que sempre eu falo, quer ter paz, me deixa em paz... Não sou de fazer mal a ninguém, mas se é pra eu fazer, hummmm ai a coisa fica feia.
Voltando ao assunto da Ruiva Infernenta, por que isso é historia que nunca acaba, ontem a noite tive do desprazer  de vê-la junto a suas inseparáveis piriguetes.
Fui me apresentar em um bar, quando dou de cara com as vacas, nossa que ódio, pior de tudo, existe um respeito na nossa dança, nunca por mais odiada que a pessoa seja,jamais se ri durante a apresentação, é uma ética entre bailarinas. Não foi bem o que aconteceu, entro eu um deslumbre de  loirão, com a cor do verão, para começar as risadas vindo delas.
Obvio que a principio nada vi, e ouvi, continuei tirando suspiros como sempre, mas quando terminei, pra não rolar um barraco, me troquei e vim embora.
Junto de outra mente diabólica, resolvemos dar um jeito nessa  situação..... Vamos fazer algumas etiquetinhas com o telefone e que tipo de atendimento a pessoa faz, heheheheh, bem ao nível mesmo. VAI UM PROGRAMA AI?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexY MaChInE Not

VergONha na CarA

OnDe ReboBiNA